terça-feira, 17 de julho de 2018

Helvetic Airways assina carta de intenção de compra para até 24 E-Jets E2


Farnborough, Reino Unido, 17 de julho, 2018 - A Embraer anunciou hoje o Farnborough Airshow que é a Helvetic Airways, com sede em Zurique, na Suíça, assinou Carta de Intenção para as 12 aeronaves E190-E2, com direito de compra de outras 12 As aeronaves e direitos de conversão para o modelo E195-E2. Se todos os diretos de compra são exercidos, o acordo tem valor mais em conta de USD 1,5 bilhões, ao preço de lista atual. Uma oferta será incluída na carteira de pedidos da Embraer e, assim, se tornar firme, o que deve acontecer nos próximos meses.

As primeiras 12 aeronaves E190-E2 começaram a operar os aviões de guerra 100 e os sete da Embraer a partir de hoje em operação na Helvetic Airways, em um período entre o final de 2019 e o início de 2021. Os direitos de compra para as 12 (uma) semana (E190-E2 ou E195-E2) podem ser utilizados na Helvetic Airways. Tobias Pogorevc, CEO da Helvetic Airways, disse: “Nossa empresa Embraer vem tendo um excelente desempenho nos termos de despacho e nossos Fokker 100 foram muito produtivos nos últimos 12 anos. No entanto, com os novos E2, a Helvetic está consolidando sua operação com a mais silenciosa e eficiente aeronave à última geração. Além disso, é um dos mais atuais para a frota E2 é simples para os nossos pilotos, pois é uma comunidade de transporte de uma frota de dois dias e meio de treinamento. uma grande honra para a Embraer, e um importante endosso do serviço que a Embraer vem prestando à Helvetic há muitos anos com uma frota de E-Jets ”, disse Martyn Holmes, Diretor de Vendas para Europa, Rússia, Ásia e Leasing da Embraer Aviação Comercial.

“O que é feito ao meio ambiente, ao lado da esperança da campanha de suas operações, se tornam E-Jets E2 como as aeronaves mais ecológicas, silenciosas e eficientes do segmento, e uma solução perfeita para uma companhia aérea concretizar suas ambições.” planos da Helvetic for the New York Times for London City to the city of London City. A Embraer é líder mundial em fabricação de jatos comerciais até 150 assentos. A empresa conta com 100 clientes em todo o mundo operando os jatos das famílias ERJ e E-Jets.

Apenas para o programa de E-Jets, a Embraer registrou mais de 1.800 pedidos firmes e 1.400 entregas, redefinindo o padrão tradicional de aeronaves regionais. Siga-nos no Twitter: @Embraer Sobre a Helvetic Airways Uma aeronave da Helvetic Airways no País. Sete aeronaves E190 e cinco Fokker 100. Quatro aeronaves E190 há mais de um ano para a Swiss International Air Lines tripulação, manutenção e segurança, sem termo em inglês). A Helvetic Airways usa uma aeronave remanescente para voos da ACMI e seus próprios negócios programasdos e fretados. A Helvetic Airways também é uma instalação de manutenção do aeroporto de Zurique (EASA Parte 145).

Atualmente, uma empresa possui 440 funcionários. A Helvetic Airways tem trabalhado em estreita cooperação com a Swiss Academy Academy Ltd., Kloten, Suíça (www.horizon-sfa.ch), desde abril de 2008. Ambas as empresas fazem parte do Grupo Helvetic Airways, Freienbach, na Suíça. Sobre a Embraer Empresa global com sede no Brasil, a Embraer está nos segmentos de Aviação
Comercial, Aviação Executiva, Defesa e Segurança e Aviação Agrícola.

A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer suporte e serviços de pós-venda. Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros. A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de 150 assentos e principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. Uma empresa mantém unidades industriais, escritórios,

Israel executa ataque aéreo no norte da Síria

Ao menos nove pessoas morrem em bombardeio contra centro militar operado pelo Irã nas proximidades do aeroporto de Aleppo, afirma ONG. Israel se recusa a comentar relato.

Um ataque atribuído a Israel no norte da Síria resultou em ao menos nove mortos, afirmou nesta segunda-feira (16/07) o Observatório Sírio de Direitos Humanos. Os mísseis atingiram um centro militar operado pelo Irã perto do aeroporto de Aleppo, no norte da Síria.
"Seis sírios e três outros combatentes, cuja nacionalidade não foi determinada, foram mortos nesse ataque", disse o diretor da organização não governamental com base em Londres, Rami Abdel Rahman. A ONG não especificou o número de feridos, mas alertou que o total de mortos pode ser maior. O Ministério da Defesa de Israel se negou a comentar o relato.
O ataque teve como alvo um centro de apoio militar operado pela Guarda Revolucionária do Irã, situado perto do aeroporto militar de Al Nairab, a leste da cidade de Aleppo.
A agência oficial síria Sana citou, por sua vez, uma fonte do Exército da Síria que acusou Israel de lançar, na noite de domingo, "mísseis em uma das nossas posições militares ao norte do aeroporto de Aleppo" e que provocaram somente "danos materiais". O objetivo do ataque seria apoiar grupos rebeldes.
Além disso, a fonte afirmou que esse ataque ocorreu por causa de "uma tentativa fracassada de apoiar as organizações terroristas derrotadas em Deraa e Quneitra (ambas no sul e limítrofes com Israel), em relação aos bombardeios do Exército Árabe Sírio que continua suas operações militares nas regiões dos terroristas".
 
Desde o início da guerra civil na Síria, em 2011, Israel realizou vários ataques contra o regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, e seus aliados, o movimento de resistência xiita libanês Hisbolá e o Irã, perto de Damasco e nas províncias centrais de Homs e Hama. Porém, os ataques são muito mais raros no norte do país.
Israel e a Síria estão oficialmente em estado de guerra. Israel tomou a maior parte das Colinas de Golã, na fronteira entre os dois países, na Guerra dos Seis dias, em 1967. Em dezembro de 1981, Israel anexou as Colinas de Golã ao seu território. Essa anexação nunca foi reconhecida pela comunidade internacional.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

EMBRAER - COMUNICADO


Gavião Peixoto, 10 de maio de 2018 – A Embraer informa que, após uma avaliação inicial do protótipo 001 da aeronave KC-390 que se envolveu em um incidente no último dia 05 de maio, quando saiu da pista enquanto realizava testes de prova em solo na unidade de Gavião Peixoto (SP), foram identificados danos extensos nos três trens de pouso da aeronave além de avarias à parte estrutural da fuselagem. Análises iniciais apontam que a aeronave e todos os sistemas comportaram-se normalmente conforme as características de projeto.
A Empresa está avaliando o planejamento para continuidade dos ensaios de certificação, incluindo a possibilidade de transferir alguns testes para o protótipo 002 e também para as primeiras aeronaves de série que já se encontram em estágio avançado de montagem. Deste modo, a Embraer mantém a previsão de atingimento da Capacidade Final de Operação (Final Operational Capability), objeto da certificação final militar da aeronave, assim como a primeira entrega à Força Aérea Brasileira, no quarto trimestre de 2018. A Empresa já iniciou a investigação para elucidação das causas do incidente e permanece à inteira disposição das autoridades aeronáuticas. Sobre a Embraer Empresa global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer suporte e serviços de pós-venda. Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros. A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

EmbraerX revela primeiro conceito do eVTOL


Los Angeles, Estados Unidos, 8 de maio de 2018 – A EmbraerX, uma organização da Embraer dedicada ao desenvolvimento de negócios disruptivos, revelou hoje o primeiro conceito do veículo elétrico de decolagem e pouso vertical, conhecido pela sigla em inglês eVTOL. A apresentação foi feita durante o evento Uber Elevate 2018, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A EmbraerX está envolvida em vários projetos, incluindo o desenvolvimento de conceitos do eVTOL por meio de uma cooperação com a Uber e outras empresas para explorar oportunidades de negócios no ecossistema Uber Elevate. “Temos nos destacado em nossa jornada de quase 50 anos introduzindo inovações na indústria da aviação e entregando verdadeiro valor aos clientes”, disse Paulo Cesar de Souza e Silva, Presidente & CEO da Embraer. “Somos incansáveis em nossa busca pelo crescimento contínuo e por meio da EmbraerX iremos gerar inovações disruptivas e acelerar a criação de novos negócios com o potencial de crescimento exponencial. A mobilidade urbana está prestes a ser transformada e estamos determinados a ter um papel fundamental nesse importante mercado”. O conceito do eVTOL apresentado na Uber Elevate Summit 2018 representa uma aeronave com a missão de servir passageiros em um ambiente urbano, com base em segurança, experiência do passageiro, acessibilidade econômica e com baixo impacto para as comunidades, em termos de emissões e ruído. “Estamos desenvolvendo soluções para trazer transporte aéreo sob demanda para áreas urbanas e assim melhorar a qualidade de vida de milhões de pessoas. Nossa colaboração com as principais partes interessadas irá acelerar a chegada desse novo ecossistema”, disse Antônio Campello, Presidente & CEO da EmbraerX. “Esse é um exemplo de como a EmbraerX está comprometida com a ampla exploração de produtos e serviços que possam revolucionar os negócios de transporte aéreo”. O primeiro conceito de eVTOL da EmbraerX revelado hoje é o resultado da extensa interação com potenciais passageiros urbanos de transporte aéreo sobre suas expectativas de experiência, da capacidade das equipes da Embraer e da colaboração com várias empresas e instituições. A EmbraerX continuará a engajar comunidades para acelerar o desenvolvimento de soluções desejadas para esse novo mercado. Ao longo das cinco últimas décadas, a Embraer projetou, desenvolveu e certificou perto de 50 modelos de aeronaves, entregando mais de 8.000 para 100 países. A frota da Embraer acumulou mais de 50 milhões de horas voadas. Com base na experiência da Embraer e de seus sólidos relacionamentos de longa data com autoridades de certificação de aeronaves em todo o mundo, a EmbraerX irá assegurar que os requisitos de segurança do projeto atenderão e excederão os mais altos padrões da indústria.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Curso Design de Sobrancelhas é aprovado por mais de 6.725 alunas


Saiba como aprender um método simples de design de sobrancelha, que segue o visagismo de cada rosto
automaticamente.
E entenda o porque ele pode ser a chave para decolar a sua carreira profissional.
Você vai descobrir em aulas 100% em vídeo e na prática como fazer um Design Perfeito!
Mais de 6.725 ALUNAS Desde o seu lançamento! Faça um curso que comprovadamente funciona!

CLIQUE NO LINK A SEGUIR:
https://bit.ly/2wtS7MP

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Exército já se movimenta em todo o Brasil para manter a ordem na prisão de Lula

Decretada a prisão do ex-presidente Lula


O juiz Sergio Moro decretou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na tarde desta quinta-feira (5). Moro determinou que Lula se apresente até as 17h de sexta (6) à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Paraná.